Últimos assuntos
» Patente
por Gudson Seg Jul 09, 2012 7:55 am

» Estatísticas
por Persona non grata Seg Jul 02, 2012 4:48 pm

» Níveis de Fraternidade
por Persona non grata Seg Jul 02, 2012 8:44 am

» Missões de Fraternidade
por Persona non grata Seg Jul 02, 2012 7:55 am

» Gabinete de Gudson
por Gudson Qui Jun 28, 2012 7:45 pm

» [CONTEÚDO] Frações
por Gudson Qui Jun 28, 2012 4:26 pm

» Wikipédia
por Gudson Qui Jun 28, 2012 4:03 pm

» Inglês - Básico
por Persona non grata Seg Jun 25, 2012 9:12 pm

» Termos comuns confundidos
por Persona non grata Seg Jun 25, 2012 8:17 pm

Fraternidade em destaque
  • Fraternidade Naruto

Tópicos semelhantes

Ei, visitante! Quer ter o conteúdo completo da Universidade Otaku? Registre-se aqui ou faça seu login!


Português

Ir em baixo

Português

Mensagem por Persona non grata em Ter Jun 19, 2012 5:43 pm

Universidade Otaku
Atividades da High School
PORTUGUÊS
Professor: Petter Loki Aequivalere

6º ano (5ª série):


1 - Em que conjunto a letra "x", nas palavras, representa o mesmo fonema?(Marque com um “X)

A - ( ) Tóxico - Taxativo
B - ( ) Enxame - Inexaurível
C - ( ) Intoxicado - Exceto
D - ( ) Têxtil – Êxtase


2 – Coloque ( V ) para verdadeiro e ( F ) PARA Falso:

A – ( ) Parágrafo é cada parte do texto que desenvolve uma idéia relacionada ao assunto ou tema central.
B – ( ) Lide (lead) é uma palavra que o jornalismo usa para resumir a função do primeiro parágrafo.
C – ( ) O lide responde a nove perguntas básicas.
D – ( ) A ambiguidade consiste no uso de palavras ou expressões que podem ter somente dois sentidos.
E – ( ) O substantivo designa somente os seres vivos.


3 – Marque a alternativa que houver
um substantivo.

A – ( ) grande, esbelta, beleza
B – ( ) alto, loiro, dentuço
C – ( ) magro, gorda, imprevisível
D – ( ) legal, chato, velho


4 – É correto utilizar ao se referir a um óculos, “Meu óculos” ou “Meus óculos” ?


5 – Em qual alternativa o verbo parir é conjugado corretamente?

A - ( ) Espero que você para uma criança com saúde.
B - ( ) Espero que você paira uma criança com saúde.
C - ( ) Espero que você paria uma criança com saúde.
D - ( ) As alternativas anteriores estão incorretas.




7º ano (6ª série):


A VELHA CONTRABANDISTA










Diz que era uma velhinha que
sabia andar de lambreta. Todo dia ela passava pela fronteira montada na lambreta, com um bruto
saco atrás da lambreta. O pessoal da alfândega – tudo malandro velho – começou a
desconfiar da velhinha. Um dia, quando ela vinha na
lambreta com o saco atrás, o fiscal da alfândega mandou-a parar. A velhinha parou e então o fiscal
perguntou assim para ela:









- Escuta aqui, vovozinha, a
senhora passa aqui todo dia, com esse saco aí atrás. Que diabo a senhora leva nesse saco?

A velhinha sorriu e respondeu:
- É areia!


















Aí quem sorriu foi o fiscal.
Achou que não era areia nenhuma e mandou a velhinha saltar da lambreta para examinar o saco. A
velhinha saltou, o fiscal esvaziou o saco e dentro só tinha areia. Muito encabulado, ordenou
à velhinha que fosse em frente. Ela montou na lambreta e foi embora, com o saco de areia
atrás. Mas o fiscal ficou desconfiado
ainda. No dia seguinte, quando ela passou na lambreta com o saco atrás, o fiscal mandou parar
outra vez. perguntou o que é que ela levava no saco e ela respondeu "É areia, uai! O
fiscal examinou e era mesmo. Durante um mês seguido o fiscal interceptou a velhinha e, todas
as vezes, o que ela levava no saco era areia. Diz que foi aí que o fiscal se
chateou:





- Olha, vovozinha, eu sou fiscal
de alfândega com 40 anos de serviço. Manjo essa coisa de contrabando pra burro! Ninguém me
tira da cabeça que a senhora é contrabandista.





- Mas no saco só tem areia! –
insistiu a velhinha. E já ia tocar a lambreta, quando o fiscal propôs:







- Eu prometo à senhora que deixo
a senhora passar. Não dou parte, não apreendo, não conto nada a ninguém, mas a senhora vai
me dizer: qual é o contrabando que a senhora está passando por aqui todos os dias?



- O senhor promete que não
“espaia”? – quis saber a velhinha.



- Juro – respondeu o fiscal.


- É lambreta.


(Stanislaw
Ponte Preta.
Dois amigos e um chato. São
Paulo, Moderna, 1986)





1- Onde se passa a
história?





2- A linguagem que
usamos no dia-a-dia e nas conversas com amigos e familiares recebe o nome de linguagem informal. No texto, esse tipo de linguagem aparece em vários trechos. Por
exemplo: “O pessoal da alfândega – tudo malandro velho – começou a desconfiar
da velhinha”. O que o narrador quis dizer com “tudo malandro velho”? (Marque a
única opção correta.)





A) ( ) Que os fiscais já eram idosos;


B) ( ) Que qualquer um podia passar os
fiscais pra trás;



C) ( ) Que os fiscais eram malandros e não
trabalhavam direito;

D) ( ) Que os fiscais da alfândega eram
muito espertos e experientes e que ninguém osenganava, porque conheciam os
truques empregados pelos contrabandistas.







3- Na primeira vez que o
fiscal examinou o saco que a velhinha levava e viu que era areia, ele ficou encabulado, sem
graça. Por quê? (Marque a resposta correta.)



A) ( ) Porque ficou sem graça de desconfiar
de uma velhinha;



B) ( ) Porque encontrou contrabando dentro
do saco de areia que a velhinha carregava.





C) ( ) Porque a velhinha ficou brava por
ele Ter desconfiado dela;

D) ( ) Ele ficou sem graça, pois pensou
que certamente iria encontrar algum contrabando dentro do saco.





4- O texto diz que as
personagens fazem um acordo.





A) Qual foi o acordo proposto pelo
fiscal?







B) Qual foi a condição que a velhinha
impôs para contar ao fiscal o que ela contrabandeava?







5- Qual era, afinal, o
truque que ela usava para enganar os fiscais da alfândega?

(Desculpem me pelos erros de formatação, obrigado)




Persona non grata

Mensagens : 23
Data de inscrição : 26/05/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum